Ter, 22 de Outubro de 2019

Brumadinho nunca vai ser só número, afirma tenente Aihara em Itabirito - 25/04/2019 | 19:25

Brumadinho nunca vai ser só número, afirma tenente Aihara em Itabirito

Por: Vinícius Dias

 

"Nunca vão ser só 200, 300 pessoas mortas ou desaparecidas. Para cada um de nós ali, existe um significado por trás de cada história, existem pessoas que são afetadas por aquela história", destacou Pedro Aihara, porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, em entrevista exclusiva ao Portal Antenados. Ovacionado pelas centenas de estudantes e itabiritenses que compareceram ao Espaço Ita, o tenente foi uma das atrações do 1º Circuito do Conhecimento, promovido pela Faculdade Alis Itabirito, nessa quarta-feira, dia 24 de abril.

 

"As histórias que mais me marcaram em Brumadinho foram justamente os momentos em que me vi abraçado com familiares das vítimas, que eu verifiquei que era daquilo que eles mais precisavam, e não só de uma informação sobre uma atuação do Bombeiro, sobre um acolhimento. Os momentos em que, às vezes, o familiar me fez um relato particular dos planos que tinha com aquela pessoa que foi vitimada", acrescentou Aihara, que ganhou destaque ao conduzir o processo de divulgação de informações sobre a tragédia ocorrida há três meses.

 

Importância da preparação e da comunicação

 

Antes de palestrar em Itabirito, cidade que há menos de um mês recebeu simulados de emergência em relação ao eventual rompimento das barragens de Forquilha, localizadas em Ouro Preto, o tenente ressaltou o papel fundamental da preparação. "Brumadinho foi muito importante para trazer atenção para essa questão: todo mundo deve se preparar. A preparação efetivamente salva vidas. A gente não pode deixar para pensar em desastres só quando os desastres acontecem".

 

Pedro Aihara também frisou a importância do equilíbrio entre comunicação e tensão, tema do 1º Circuito do Conhecimento, promovido pela Faculdade Alis Itabirito. "O aprendizado que fica é de que a comunicação, quando efetivada de maneira séria e responsável, também pode ajudar a salvar vidas ou a minimizar uma tragédia".

 


VOLTAR