Ter, 27 de Outubro de 2020

Eleição escolhe novos membros do Codema para os próximos dois anos - 25/01/2019 | 14:26

Eleição escolhe novos membros do Codema para os próximos dois anos

Eleitos para o conselho têm a responsabilidade de garantir o crescimento sustentável de Itabirito.

 

O Conselho Municipal de Desenvolvimento Sustentável e Melhoria do Ambiente (Codema) realizou uma eleição para definir seus membros durante os anos de 2019 e 2020. A escolha aconteceu na última quinta-feira, dia 24, e contou com a participação empresários, servidores, organizações civis e cidadãos preocupados com o meio ambiente. “Quero agradecer a presença de todos vocês, que foram muito importantes durante todo esse biênio; e parabenizar a nova composição do conselho”, destacou Antônio Marcos Generoso, secretário municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável e presidente do Codema.

 

O pleito consagrou a participação de novos membros para o conselho. A Associação de Guardas Municipais de Itabirito venceu a eleição para a cadeira de associações comunitárias e afins. As quatro vagas destinadas à entidades representativas da sociedade civil organizada ficaram com a Adesita, CDL, Rotary e a Acei (Associação Comercial Empresarial de Itabirito). E a cadeira para uma entidade com função de defesa do meio ambiente foi vitoriosa para a ONG Vida Animal.

 

Além das seis cadeiras preenchidas nas eleições, o conselho também é composto por seis membros do poder público, sendo um representante das secretarias de Saúde, Meio Ambiente e Urbanismo; uma cadeira para o Saae; uma vaga para a Câmara de Itabirito; e um representante da Emater. Ao final da eleição, Generoso ressaltou que o conselho continua aberto para a participação de todos durante suas reuniões. “Ouvindo todo mundo, a gente toma uma decisão mais acertada”, definiu o presidente do Codema.

 

Fundado em dezembro de 1994, através da Lei Municipal 1880/94, o conselho tem o objetivo de propor diretrizes para a Política Municipal do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, respeitadas as competências da União e do Estado. Ainda, propõe normas técnicas e legais, ações e procedimentos, visando à defesa, conservação, recuperação e melhoria da qualidade ambiental do município.


VOLTAR