Sex, 17 de Janeiro de 2020

Festival da Cachaça de Itabirito reúne produtores de toda a região - 27/04/2016 | 10:07

O I Festival da Cachaça Artesanal e Cia de Itabirito promovido pela Prefeitura, reuniu entre os dia 5 e 8 de fevereiro, no Mercado Municipal,  diversos produtores, amantes  e interessados  na tradicional cachaça artesanal de alambique.

Os produtores da bebida aproveitaram a oportunidade para comercializar e divulgar o produto. Além disso, quem participou do festival, pôde acompanhar palestras referentes à produção e comercialização da aguardente. Ainda foram  discutidos assuntos relacionados ao associativismo e ao cooperativismo.

A cerimônia de abertura contou com a participação do presidente da Associação Mineira dos Produtores de Cachaça de Qualidade (Ampaq), Trajano Raul Ladeira. Para ele, a cachaça de Itabirito é referência no Brasil.  “Itabirito produz a melhor cachaça do país em termos de qualidade. Aqui está a cachaça artesanal que representa nosso país lá fora. O prefeito Alex Salvador  está de parabéns em incentivar a produção”, conta.

O fabricante da Cachaça Gota de Minas, Sérgio Bambirra acredita que o festival é um passo muito importante para comercializar e divulgar o produto. “Tudo que vem para somar ideias e troca de experiências é muito positivo”, destaca.

Quem foi ao evento para conhecer e degustar cachaças, também estava satisfeito. “Este Festival tem tudo para dar certo. O que mais estou apreciando aqui é a cachaça gelada, que é uma novidade que com certeza vai conquistar muita gente”, conta Gilberto Bruno Couto.

O presidente da Câmara Municipal de Itabirito  Maximiliano Fortes mencionou alguns dos benefícios da produção da aguardente para o município. “Além de produzirmos excelentes cachaças, ainda contribuímos  para a geração de emprego, renda e  diversificação  da economia”.

O secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Avelar, revelou que  a produção da genuína cachaça artesanal mineira, gera atualmente, cerca de 115 mil empregos diretos e acumula ao longo do seu ciclo produtivo uma receita anual de R$ 1,5 bilhão. “Em Minas há 8.500 estabelecimentos produtores, que geram cerca de 300 milhões de litros da cachaça artesanal por  ano,  o que significa 65% da produção nacional. Itabirito tem o privilégio de abrigar em seu território algumas das melhores cachaças do estado”.

O evento também contou com atrações musicais durante todos dos dias, além do funcionamento da praça de alimentação que teve como principal atrativo a cervejaria Uaimií, de Itabirito, que fabrica cervejas no conceito europeu e norte americano de cervejarias de fazenda.


VOLTAR